Climate Science Glossary

Term Lookup

Enter a term in the search box to find its definition.

Settings

Use the controls in the far right panel to increase or decrease the number of terms automatically displayed (or to completely turn that feature off).

Term Lookup

Settings


All IPCC definitions taken from Climate Change 2007: The Physical Science Basis. Working Group I Contribution to the Fourth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change, Annex I, Glossary, pp. 941-954. Cambridge University Press.

Home Arguments Software Resources Comments The Consensus Project Translations About Donate

Twitter Facebook YouTube Pinterest

RSS Posts RSS Comments Email Subscribe


Climate's changed before
It's the sun
It's not bad
There is no consensus
It's cooling
Models are unreliable
Temp record is unreliable
Animals and plants can adapt
It hasn't warmed since 1998
Antarctica is gaining ice
View All Arguments...



Username
Password
Keep me logged in
New? Register here
Forgot your password?

Latest Posts

Archives

Climate Hustle

Os cientistas previram uma Era Glacial iminente nos anos 70?

O que a ciência diz...

As previsões de uma Era Glacial da dácada de 70 foram baseadas principalmente na mídia. A maioria das pesquisas daquele período, publicadas em periódicos científicos e revisadas por pares, já previam o aquecimento causado pelo aumento de CO2.

Argumento cético...

"A mídia tem espalhado alertas de um período de resfriamento desde os anos 50, mas estes alarmes se tornaram mais fortes nos anos 70. Em 1975, o resfriamento, que era 'um dos mais importantes problemas', evoluiu para um empate em primeiro lugar em importância com 'morte e miséria'. As alegações de catástrofe global eram notavelmente parecidas com o que a mídia divulga hoje sobre o aquecimento global" (Fire and Ice)

Mídia não-especializada

Qual era o consenso científico nos anos 70 a respeito do clima futuro? O exemplo mais citado das previsões de resfriamento daquela época é um artigo da Newsweek de 1975 "The Cooling World" (O mundo que se resfria), que sugeria que este resfriamento "pode causar um drástico declínio na produção de alimentos":

"Meteorologistas divergem sobre a causa e extensão da tendência de resfriamento... Mas eles são quase unânimes no aspecto de que esta tendência reduziria a produtividade agrícola pelo resto deste século."

Um artigo similar da revista Time, "Another Ice Age?" (Outra Era do Gelo?) esboçava outro prospecto desolador:

"Quando os meteorologistas tomam uma média das temperaturas ao redor do globo, eles percebem que a atmosfera tem se resfriado gradativamente nas últimas três décadas. A tendência não mostra sinais de se reverter. Profetas do apocalipse climatológico estão ficando cada vez mais apreensivos, pois as aberrações meteorológicas que estão estudando podem ser o prenúncio de outra Era Glacial."

Literatura científica

Entretanto, estes eram artigos da mídia, não estudos científicos. Um levantamento dos artigos científicos revisados por pares publicados de 1965 a 1979 mostra que poucos destes artigos previram um resfriamento global (7 no total). Muito mais artigos (42 no total) previram aquecimento global (Peterson 2008). A grande maioria das pesquisas científicas nos anos 70 previram que a Terra iria se aquecer como consequência do CO2. Ao invés dos cientistas da década de 70 prevendo resfriamento, nota-se que a realidade era o oposto.

Figura 1: Quantidade de artigos científicos classificados como prevendo resfriamento (azul) ou aquecimento global (vermelho). Em nenhum ano houve mais artigos de resfriamento que de aquecimento (Peterson 2008).

Consenso científico

Na década de 70, o estudo mais abrangente sobre mudanças climáticas (e a coisa mais parecida com um consenso científico na época) foi o Relatório da Academia Nacional de Ciências e do Conselho Nacional de Pesquisas dos Estados Unidos, em 1975. Sua conclusão básica foi que "... nós não temos uma boa compreensão quantitativa do nosso sistema climático e o que determina seu curso. Sem esta compreensão fundamental, não parece possível prever o clima..."

Isso contrasta bastante com a posição atual da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos: "... há agora forte evidência de que um aquecimento global significativo está ocorrendo... É provável que a maior parte do aquecimento nas décadas recentes possa ser atribuído a atividades humanas... A compreensão científica das mudanças climáticas é agora suficientemente clara para justificar pronta ação das nações." Esta é uma declaração conjunta com as Academias de Ciências do Brasil, França, Canadá, China, Alemanha, Índia, Itália, Japão, Rússia e o Reino Unido.

Em contraste com os anos 70, há agora várias organizações científicas que divulgaram declarações afirmando o aquecimento global antrópico. Mais sobre o consenso científico...

Motivos das previsões de resfriamento

Com frequência, deixa-se de verificar a razão de haver estes poucos estudos prevendo o resfriamento nos anos 70. Provavelmente, o mais famoso deles foi Rasool & Schneider 1971:

"Um acréscimo de apenas 4 vezes na concentração de aerossóis pode ser suficiente para reduzir a temperatura em 3,5 ºK."

Sim, sua projeção de resfriamento foi baseada em quadruplicar a concentração atmosférica de aerossóis. Não era um cenário irreal - afinal, as emissões de dióxido de enxofre (SO2) estavam acelerando rapidamente até o final dos anos 70 (Figura 2). Estas emissões causaram vários problemas ambientais, e como resultado, vários países, incluindo os EUA, aprovaram limitações ao SO2 através de legislação regulando a poluição do ar. Como resultado, não só os aerossóis atmosféricos não quadruplicaram, como ainda diminuíram a partir do final da década de 70.

Figura 2: Emissões de SO2 por fonte (PNNL)

Resumo

Portanto, as predições de resfriamento dos anos 70 trataram-se de mídia não-especializada e um punhado de estudos científicos. O pequeno número de artigos científicos predizendo o resfriamento foram sobrepujados por um número muito maior de artigos predizendo o aquecimento global devido ao efeito do aumento de CO2. Hoje, uma avalanche de estudos revisados por pares e um consenso científico avassalador endossam o aquecimento global antrópico. Comparar as previsões de resfriamento dos anos 70 com a situação atual é tanto inapropriado quanto enganoso. Além disso, nós reduzimos as emissões de SO2 que causavam o resfriamento global. Resta saber se reduziremos as emissões de CO2 que causam o aquecimento.

Translation by Alexandre, . View original English version.



The Consensus Project Website

THE ESCALATOR

(free to republish)

Smartphone Apps

iPhone
Android
Nokia

© Copyright 2017 John Cook
Home | Links | Translations | About Us | Contact Us