Climate Science Glossary

Term Lookup

Enter a term in the search box to find its definition.

Settings

Use the controls in the far right panel to increase or decrease the number of terms automatically displayed (or to completely turn that feature off).

Term Lookup

Settings


All IPCC definitions taken from Climate Change 2007: The Physical Science Basis. Working Group I Contribution to the Fourth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change, Annex I, Glossary, pp. 941-954. Cambridge University Press.

Home Arguments Software Resources Comments The Consensus Project Translations About Donate

Twitter Facebook YouTube Pinterest

RSS Posts RSS Comments Email Subscribe


Climate's changed before
It's the sun
It's not bad
There is no consensus
It's cooling
Models are unreliable
Temp record is unreliable
Animals and plants can adapt
It hasn't warmed since 1998
Antarctica is gaining ice
View All Arguments...



Username
Password
Keep me logged in
New? Register here
Forgot your password?

Latest Posts

Archives

Climate Hustle

O CO2 é um poluente?

O que a ciência diz...

Apesar de existirem formas diretas pelas quais o CO2 é um poluente (acidificação dos oceanos), seu impacto principal é como gás de efeito estufa. Enquanto que o efeito estufa é uma ocorrência natural, aquecimento demais tem impactos negativos severos na agricultura, saúde e no meio ambiente.

Argumento cético...

O CO2 não é um poluente
'Rotular o CO2 como "poluente" é um desserviço a um gás que teve um papel fundamental no desenvolvimento e manutenção de toda forma de vida nesta maravilhosa Terra. A Mãe Natureza claramente definiu que o CO2 não é um poluente.' (Robert Balling, como citado no Popular Technology)

Normalmente nós pensamos em poluentes como contaminantes que fazem o meio ambiente se tornar sujo ou impuro. Um exemplo vívido é o dióxido de enxofre, um sub-produto de atividades industriais. Altos níveis de dióxido de enxofre causam problemas de respiração. Níveis exagerados causam chuva ácida. O dióxido de enxofre tem um efeito direto na saúde e no meio ambiente. Dióxido de carbono, por outro lado, é um gás de ocorrência natural que surgiu na atmosfera muito antes dos humanos. As plantas necessitam dele para sobreviver. O efeito estufa causado pelo CO2 impede que nosso planeta congele. Como o CO2 pode ser considerado um poluente?

Uma definição ampla de poluente é: "uma substância que causa instabilidade ou desconforto a um ecossistema." Durante os últimos 10.000 anos, o nível de dióxido de carbono na atmosfera permaneceu em níveis relativamente estáveis. No entanto, emissões de CO2 antrópicas ao longo dos últimos séculos alteraram esse balanço. O aumento do CO2 causa efeitos diretos no meio ambiente. Por exemplo, ao absorver CO2 da atmosfera, os oceanos acidificam, o que afeta muitos ecossistemas marinhos. Apesar disso, o principal impacto do aumento do CO2 é o aumento das temperaturas.

Figura 1: Níveis de CO2 (partes por milhão) ao longo dos últimos 10.000 anos. A linha azul corresponde a dados do testemunho de gelo do Domo Taylor (NOAA). A linha verde corresponde a dados do testemunho de gelo do Domo Law (CDIAC). A linha vermelha corresponde a dados mensurados diretamente em Mauna Loa, Havaí (NOAA).

Níveis de CO2 crescentes causam um aumento do efeito estufa. Isso leva a temperaturas mais altas, que por sua vez também trazem muitas consequências. Alguns efeitos são benéficos, como uma melhoria da agricultura em elevadas latitudes e, em algumas circunstâncias, um aumento do crescimento da vegetação. No entanto, os efeitos negativos superam em muito os positivos. Populações costeiras são ameaçadas pelo aumento do nível do mar. O derretimento de geleiras ameaça o suprimento de água de centenas de milhões de pessoas. Espécies estão sendo extintas na maior velocidade já vista na história.

Como escolhemos definir a palavra poluente é um jogo semântico. Focar em alguns poucos efeitos positivos do dióxido de carbono é ignorar o panorama geral dos seus impactos. O resultado final de um aumento de CO2 é um conjunto de impactos negativos severos no nosso ambiente e nas condições de vida futuras da humanidade.

Desmistificação intermediária escrita por John Cook.


Atualização Julho de 2015:

A seguir uma vídeo-aula relacionada ao tema, do curso Denial101x - Making Sense of Climate Science Denial

 

Translation by Luciano Marquetto, . View original English version.



The Consensus Project Website

THE ESCALATOR

(free to republish)

Smartphone Apps

iPhone
Android
Nokia

© Copyright 2018 John Cook
Home | Links | Translations | About Us | Contact Us