Climate Science Glossary

Term Lookup

Enter a term in the search box to find its definition.

Settings

Use the controls in the far right panel to increase or decrease the number of terms automatically displayed (or to completely turn that feature off).

Term Lookup

Settings


All IPCC definitions taken from Climate Change 2007: The Physical Science Basis. Working Group I Contribution to the Fourth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change, Annex I, Glossary, pp. 941-954. Cambridge University Press.

Home Arguments Software Resources Comments The Consensus Project Translations About Donate

Twitter Facebook YouTube Pinterest

RSS Posts RSS Comments Email Subscribe


Climate's changed before
It's the sun
It's not bad
There is no consensus
It's cooling
Models are unreliable
Temp record is unreliable
Animals and plants can adapt
It hasn't warmed since 1998
Antarctica is gaining ice
View All Arguments...



Username
Password
Keep me logged in
New? Register here
Forgot your password?

Latest Posts

Archives

Climate Hustle

Evidências do aquecimento global

O que a ciência diz...

Há várias linhas de evidência indicando que o aquecimento global é inequívoco.

Argumento cético...

Não está acontecendo
“...esses estudos sobre aquecimento global que estamos vendo agora não passam de um monte de ciência charlatã”. (
Sarah Palin)

Relatório sobre o Estado do Clima de 2009 da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos (NOAA), lançado em meados de 2010, reúne várias séries de dados diferentes, “do topo da atmosfera às profundezas do oceano”. A conclusão? Todas essas linhas de evidência independentes nos dizem inequivocamente que a Terra está aquecendo.

O resumo de 10 páginas, muito acessível, examina as tendências para 10 importantes indicadores climáticos, utilizando um total de 47 conjuntos de dados diferentes. Todos os indicadores que se esperaria que aumentassem em um mundo em aquecimento estão de fato aumentando, e todos com expectativa de diminuição estão diminuindo:

Warming indicators

Os 10 indicadores são:

  1. Temperatura do ar da superfície terrestre medida por estações meteorológicas. Você conhece todos aqueles argumentos céticos sobre como o registro de temperatura é distorcido pelo efeito de ilha de calor urbano, estações meteorológicas mal localizadas, estações fechadas, e assim por diante? Este é o único indicador que sofre com todos esses problemas. Então, se você estiver discutindo com pessoas que tentam direcionar o debate para a temperatura do ar da superfície terrestre, basta lembrá-las dos outros nove indicadores.
  2. Temperatura da superfície do mar. Assim como com as temperaturas terrestres, o registro mais antigo remonta a 1850 e a década mais recente é a mais quente.
  3. Temperatura do ar sobre os oceanos.
  4. Temperatura da troposfera inferior medida por satélites durante cerca de 50 anos. Para qualquer uma dessas medições, a década de 2000 foi a mais quente, e cada uma das últimas três décadas tem sido muito mais quente que a anterior.
  5. Conteúdo de calor oceânico, com registros que remontam a mais de meio século. Mais de 90% do excesso de calor do aquecimento global está indo parar nos oceanos – contribuindo para um aumento no...
  6. Nível do mar. Registros de marégrafo remontam a 1870, e o nível do mar tem aumentado de forma acelerada.
  7. Umidade específica, que tem aumentado juntamente com as temperaturas.
  8. Geleiras. O ano de 2009 foi o décimo nono ano consecutivo em que houve uma perda líquida de gelo nas geleiras de todo o mundo.
  9. Cobertura de neve do Hemisfério Norte, que também tem diminuído nas últimas décadas.
  10. Talvez a mudança mais dramática de todas tenha ocorrido com o gelo do mar Ártico. Medições de satélite estão disponíveis desde 1979 e registros de expedições, desde 1953. Medições feitas em setembro de cada ano mostram que a extensão do gelo marinho encolheu 35% desde 1979.

A ciência não é como um castelo de cartas, já que nesse caso remover uma linha de evidência (p. ex., a temperatura do ar da superfície terrestre) não faria todo o edifício do aquecimento global antrópico desabar. Ao invés disso, o “aquecimento da superfície terrestre” é apenas um dos mais de dez tijolos que apoiam o “aquecimento global”; e com o aquecimento global estabelecido, há todo um outro conjunto de tijolos que apoia o “aquecimento global antrópico”. Para minar essas conclusões, você teria de remover a maioria ou todos os tijolos que as sustentam – mas como as evidências continuam se acumulando, isso está se tornando cada vez menos provável.

Réplica básica escrita por James Wight


Atualização de julho de 2015:

Segue abaixo uma videoaula relacionada ao assunto, do curso Denial101x - Making Sense of Climate Science Denial

Translation by Sabrina Leitzke, . View original English version.



The Consensus Project Website

THE ESCALATOR

(free to republish)

Smartphone Apps

iPhone
Android
Nokia

© Copyright 2018 John Cook
Home | Links | Translations | About Us | Contact Us