Climate Science Glossary

Term Lookup

Enter a term in the search box to find its definition.

Settings

Use the controls in the far right panel to increase or decrease the number of terms automatically displayed (or to completely turn that feature off).

Term Lookup

Settings


All IPCC definitions taken from Climate Change 2007: The Physical Science Basis. Working Group I Contribution to the Fourth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change, Annex I, Glossary, pp. 941-954. Cambridge University Press.

Home Arguments Software Resources Comments The Consensus Project Translations About Donate

Twitter Facebook YouTube Pinterest MeWe

RSS Posts RSS Comments Email Subscribe


Climate's changed before
It's the sun
It's not bad
There is no consensus
It's cooling
Models are unreliable
Temp record is unreliable
Animals and plants can adapt
It hasn't warmed since 1998
Antarctica is gaining ice
View All Arguments...



Username
Password
New? Register here
Forgot your password?

Latest Posts

Archives

Geleiras do Himalaia: como o IPCC errou e o que a ciência diz 

O que a ciência diz...

As geleiras estão em franca retração em todo o mundo, apesar de 1 erro em 1 parágrafo em um relatório de 3000 páginas do IPCC. 

Argumento cético...

O IPCC estava errado sobre as geleiras do Himalaia

"Em 1999 a revista New Scientist publicou um comentário do eminente glaciologista indiano Syed Hasnain, o qual disse em uma entrevista por e-mail para essa revista que todas as geleiras da região central e leste do Himalaia poderiam desaparecer até 2035

Hasnain, da Universidade Jawaharlal Nehru, em Nova Deli, que era então presidente do grupo de trabalho da Comissão Internacional de Neve e Gelo sobre glaciologia do Himalaia, nunca mais repetiu essa previsão em revistas especializadas. Ele diz agora que o comentário foi "especulativo".

Apesar do comentário publicado na New Scientist há quase 10 anos ser a única fonte, ele foi incluído no quarto relatório do IPCC, publicado em 2007. Além disso, a afirmação foi extrapolada para incluir todas as geleiras no Himalaia." (Fred Pearce)

O IPCC cometeu um erro sobre as geleiras do Himalaia. Na Seção 10.6.2 do quarto Relatório (AR4) afirma que, "a probabilidade de [as geleiras do Himalaia] desaparecerem até 2035 e talvez antes disso é muito alta se for mantida a taxa de aquecimento atual da Terra." Essa afirmação não veio da literatura revisada, nem atendeu aos padrões de evidências do IPCC.

O erro gerou algumas críticas - legítimas e ilegítimas - sobre o IPCC, o AR4, e a ciência do clima de forma geral:

O IPCC respondeu a esse erro rapidamente e diligentemente? A resposta, infelizmente, é não. De acordo com uma revisão do Conselho Interacadêmico nos processos e procedimentos do IPCC, o IPCC levou mais de um mês para responder ao erro sobre as geleiras do Himalaia, e mesmo na ocasião não reconheceu explicitamente o erro, nem publicou uma retratação. Para piorar a situação, foi comprovado que o IPCC havia respondido a outros supostos erros do relatório mais rapidamente (Leake, 2010; Reuters, 2010). Embora o IPCC seja reconhecido por suas contribuições científicas, certamente há espaço para melhorias em termos de comunicação.

O AR4 é completamente falho? É importante notar que esse é um erro em um documento técnico de aproximadamente 3000 páginas, um percentual de erro similar ao da Enciclopédia Britânica. A afirmação de 2035 não foi incluída no Resumo Técnico, nem no Resumo para o Setor Político, ou no Relatório Síntese.

Esse erro demonstra que o IPCC tem uma tendência 'alarmista' - uma tendência a exagerar os impactos negativos das mudanças no clima? Na verdade, no AR4 existem muito mais exemplos de afirmações bem conservadoras, mais do que alarmistas, sobre os cenários de emissões, nível do mar e derretimento do gelo Ártico.

De alguma forma isso prejudica a ciência do clima em geral? Afirmar que esse erro prejudica as conclusões básicas sobre as mudanças climáticas é absurdo. O erro é parte do Grupo de Trabalho II: Impactos, Adaptação e Vulnerabilidade, não do Grupo I: Bases Físicas da Ciência. As mudanças climáticas antrópicas são sustentadas por múltiplas linhas de evidências empíricas independentes, e praticamente todo o corpo científico nacional e internacional

Então, o que a ciência revisada por pares diz sobre as geleiras do Himalaia?

Muitas das geleiras do Himalaia estão retraindo a taxas aceleradas (Ren 2006) e, aproximadamente, 500 milhões de pessoas dependem da água originada do derretimento dessas geleiras (Kehrwald 2008).

O IPCC cometeu um erro infeliz em um documento muito longo. Além disso, a resposta a esse erro estava longe de ser exemplar. Destacar o erro para prejudicar a ciência do clima, contudo, é um exemplo clássico de supressão de evidências - um jogo perigoso para jogar com 500 milhões de vidas.

 

Última atualização em 17 de setembro de 2010 por Nicholas Berini.

 

Leituras adicionais

Translation by claudiagroposo, . View original English version.



The Consensus Project Website

THE ESCALATOR

(free to republish)


© Copyright 2020 John Cook
Home | Links | Translations | About Us | Privacy | Contact Us